­
Siga o Sem Arrudeio em:
Receba nossas atualizações via email:
19 de novembro de 2009
No meu "tour" diário pelos blogs que visito, me deparei com uma imagem no Passinho que traduz uma briga eterna que sempre tive com quem ousasse falar que jogar jogos de video game de violência influenciam no comportamento e a deixa mais violenta.


"Ao contrário da opinião pública, isto(estes) não me faz um assassino"

Se influencia? Concordo. Porém concordo apenas se a pessoa já tiver algum distúrbio de comportamento e tenha no jogo de violência, um fósforo para acender o pavil da animosidade que já existe dentro dessa pessoa descontrolada.
Deixar mais violenta? Concordo em parte e seguindo as mesmas condições da afirmativa acima.

Aos pais, observem o comportamento dos seus filhos. Por mais que "não queira ver", um pai de uma criança perturbada mentalmente, sabe que ela tem esse problema. Sabendo que teu filho(a) tem um problema mental, não dê uma PORRA de um video game com jogos violentos para sua criança pois essa irá sair por aí matando qualquer um que encontrar pela frente.


Ótimo exemplo de criança equilibrada (quer ver o video? aqui!)

Outro conselho que eu, como gamer desde pequeno, dou aos pais dessa budega desse Brasil é que se vocês virem que seus filhos são normais no quesito "sanidade mental", comprem video games para eles. Assim como também comprem bolas de futebol, bicicletas, bonecas (para as meninas é claro¬¬)  e os incentivem a praticar esportes e brincadeiras que toda criança tem de brincar.

Preconceito contra qualquer coisa na vida é horrível, desprezível. Video game faz bem, incentiva o raciocínio lógico, mesmo que seja raciocínio lógico só para games, mas qualquer adição é válida, não é? :D

________________________________________________
Obs.: A imagem original tem uma outra frase que eu preferi retirar, pois não curti nem concordei. Só essa frase maior deixou a imagem mais clean e muito mais impactante. Veja a imagem original aqui.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...