­
Siga o Sem Arrudeio em:
Receba nossas atualizações via email:
4 de fevereiro de 2010

O cheerleader americano Benjamin Grundy disse que foi alvo de discriminação em uma escola secundária de Palouse, no estado de Washington (EUA), depois que os administradores não permitiram que ele realizasse as mesmas rotinas com as garotas. (...)

Na boa, tudo bem que hoje em dia meio que não existe mais isso de profissões exclusivas para homens e para mulheres, mas aí já é exagero né? Um cheerleader masculino?
Cheerleaders, para quem não sabe, são aquelas meninas que ficam em jogos de basquete, futebol americano ou algum outro esporte fazendo a torcida equipadas de pompons, blusinhas, pequenas saias, geralmente belas pernas dentre outros "equipamentos".

Agora imaginemos um jogo de basquete. Deu o intervalo e estamos todos à espera da apresentação das cheerleaders. Digamos que podemos escolher o que veremos e temos as seguintes opções:

a)
 
b)
  
c)
d)
 
e) Benjamin Grundy, o rapaz da notícia do post.
 
Eu não quero nem imaginar uma peça dessa de top e saia, não quero! Não...NÃOOO! SAIA DA MINHA CABEÇA MALDITO!!!!!

Essa opção [b], ai Pai!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...