Nerflix, Imposto no teatro de tesouras.



Neto Cristo 

 *FundacGEL* 


"Não olhe para cima" é um dos maiores sucessos dessa plataforma de esquerda mundial. Taxar essa plataforma com imposto ou não se torna irrelevante ao que acontece nos bastidores do congresso. De que adianta um parlamentar votar contra o imposto e ao mesmo tempo destinar dinheiro do seu gabinete para a esquerda se organizar?


O teatro dos discursos acalorados na tribuna tem de estar alinhado às suas ações.


Veja o exemplo:

Caio Copolla, em seu discurso na defesa pelo abuso de poder, conseguiu recolher 5 milhões de assinaturas para a instalação da CPI do Judiciário.


Já o Senador Flávio Bolsonaro, em uma ação estranha, conseguiu não só barrar a CPI como obrigar alguns Senadores a retirarem a sua assinatura do requerimento.


Isso nos mostra que uma ação tem mais objetividade do que um discurso.


Essa ação do Senador fez nascer um ditador, Alexandre de Moraes.


Não temas os discursos, mas fique atento às ações.


E podemos aqui citar outro exemplo como o "acabou porra!" e sabemos como foi o fim.

O ex-Senador Mão Santa do Piauí falava: "Atentai, povo, não para os discursos, mas para as ações que estão em curso."


Patriotas e conservadores, atentai, observem para onde o parlamentar envia suas verbas: pra direita ou para a esquerda.

Comentários